quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Jardim


Dizem que para que as borboletas apareçam nos nossos jardins,é preciso cultivar bem as flores.Por algum tempo cuidei com esmero de cada rosa que plantei nesse jardim.Reguei com amor todos os dias,e aparei todas as plantas daninhas que apareciam em meu jardim.Foi assim durante algum tempo e as borboletas sempre estavam lá.
Cuidei dele e o transformei no mais bonito,no mais formoso.Ele tinha uma variedade enorme de cores de rosas,e flores de todos os tipos.Era um dos mais bonitos que se via.
Mas aí as flores foram morrendo,e não porque eu não cuidei bem delas,mas porque cada ser vivo tem um tempo para viver e aí então,morrer.Uma à uma eu vi as rosas irem secando,morrendo ali.
Fiz então o que deveria ser feito.Colhi as rosas que restaram para enfeitar minha casa,e retirei as rosas mortas do canteiro.
Claro que as borboletas foram embora.Naquele jardim já não existiam mas flores bonitas que elas se sentissem atraídas.Naquele jardim já não existia nada que elas pudessem querer tomar para si.
Fiquei um tempo triste,sentindo falta daquelas borboletas que traziam um pouco mais de vida e sentido ao meu jardim,mas com o tempo percebi que uma hora elas teriam que partir e buscar em outros jardins aquela beleza que encontraram nos meus.
Então deixei que as rosas secassem,e guardei suas últimas pétalas com carinho,afinal eram as rosas mais bonitas que eu já tinha visto em minha vida,as que cuidei com esmero e tive o cuidado de tirar cada erva daninha que surgia em meu jardim,para que essas continuassem florescendo e enfeitando um pouco minha vida todos os dias.
As borboletas também se foram,mas sei que novas rosas irão florescer,e novas borboletas irão surgir para trazer alegria ao meu novo jardim.

1 Comentário:

melimaenomenon disse...

texto ótimo, parabéns!

Postar um comentário